Nível à Laser

Nível à Laser L3Ultra AnviNível a Laser é um dos equipamentos para construção civil, especialidade da Anvi que importa para o Brasil com exclusividade diversos equipamentos de nível a laser de primeira linha.

O nível a laser é peça fundamental em projetos que requerem precisão e agilidade das medições e marcações de nível.

Além de viabilizar as medições em que os locais não possuam características favoráveis como altura ou distâncias elevadas ou onde a acesso é prejudicado.

O nível a laser que a Anvi comercializa possui alto padrão de qualidade e precisão, itens fundamentais quando se trata de um instrumento de tal importância.

Conheça os modelos e variações de nossos níveis a laser visitando nosso site www.anvi.com.br e descubra porque o nível a laser é uma ferramenta preciosa para seus projetos

Nível a Laser é Anvi

Perguntas Freqüentes sobre o nível a laser:

• O que é um nível a laser?

Laser (cuja sigla em inglês significa Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation, ou seja, Amplificação da Luz por Emissão Estimulada de Radiação) é um dispositivo que produz radiação eletromagnética com características muito especiais:
ela é monocromática (possui freqüência muito bem definida) e coerente (possui relações de fase bem definidas), além de ser colimada (propaga-se como um feixe).

Em 1916, Albert Einstein lançou os fundamentos da invenção do laser, a partir da lei de Max Planck. A teoria ficou esquecida até o final da Segunda Guerra Mundial.

Em 1953, Charles Hard Townes, James P. Gordon e Herbert J. Zeiger produziam o primeiro maser, um dispositivo similar ao laser,
mas produz microondas em vez de luz visível. O maser de Townes não tinha capacidade de emitir as ondas de forma continua.

Nikolai Basov e Aleksander Prokhorov, da União Soviética, trabalharam de forma independente em um oscilador quantum e resolveram o problema da emissão continua utilizando duas fontes de energia com níveis diferentes.
Nivel a Laser
Quando esta radiação tem frequência visível, chama-se laser. O efeito físico por trás de seu funcionamento é a emissão estimulada, descoberta pelo físico Albert Einstein, como condição necessária ao equilíbrio térmico da radiação com a matéria.

Einstein descobriu, através de considerações teóricas, que não apenas um átomo absorve um fóton (a partícula de luz) incidente e o reemite ao acaso após certo tempo (emissão espontânea), mas que também este mesmo átomo deve reemitir seu fóton absorvido se um segundo fóton interage com ele. O fóton reemitido tem a mesma frequência do fóton que o estimulou e, igualmente importante, tem a mesma fase.

Um laser funciona desde que se consiga excitar um número mínimo de átomos de determinado material para um nível de energia superior, de modo a se obter uma inversão de população (quando existem mais átomos excitados do que átomos no estado fundamental).

Quando isso ocorre, a emissão espontânea de fótons, que acontece naturalmente a todo tempo, é amplificada pelos átomos vizinhos, que vão emitir fótons estimulados pelos primeiros.

Estes fótons, por sua vez, estimulam a emissão de outros, num efeito cascata. Para que tudo isso funcione, entretanto, é necessária uma realimentação, ou seja, sempre manter fótons emitidos estimuladamente interagindo com os átomos. Isso é obtido com uma cavidade óptica, uma região do espaço em que se confina luz por algum tempo com o uso de espelhos altamente refletores e convenientemente alinhados.

Há também os lasers super radiantes,como o laser de nitrogênio e alguns lasers de corante que não precisam de espelhos para funcionar.

Entretanto, para se compreender perfeitamente um laser, faz-se necessário o uso da mecânica quântica.

Utilizando-se da propriedade do laser foram elaborados equipamentos que podem substituir as linhas de instrumentos convencionais que utilizam a linha de nylon, níveis com bolhas e água, pêndulos e outros artifícios que são utilizados para medir prumos, esquadros e níveis.

Através da associação de vários feixes de laser, juntamente com sistemas de nivelamento automático, é possível utilizar os níveis a laser nas mais diversas atividades, não só na construção civil mas como na agrimensura e indústrias, fornecendo medidas extremamente precisas (milímetros entre vários metros de medição) num tempo muito inferior aos métodos convencionais.

• Como Funciona o nível a laser?


Colocado em tripé, no chão ou através de suportes, o nível a laser emite 1 ou mais raios (feixes) de laser que permite que as medições sejam feitas de maneira exata.

• Quais são os benefícios do uso de um nível a laser?

Nível a Laser Anvi sendo usado

Qualquer um que usou um nível de água sabe como é frustrante para operar. Níveis de água são suscetíveis a erros:
a menor mudança de posição gera um transtorno enorme por causa da falta de precisão.

Se o trabalhador não faz um correta leitura dos níveis de água, tudo estará fora de nível – incluindo a sua fundação.

Um bom nivelamento com nível a laser pode eliminar esses problemas e muitos outros inconvenientes.

O nível a laser dispara um ponto vermelho com muitos metros de alcance preciso com uma margem de erro de menos de 1/8 de polegada.

Com o controle remoto e receptores de operação remota o trabalhador não precisa ficar perto do laser, reduzindo a chance de erros.

Com a facilidade de uso e exatidão nas medições a laser, o uso deste tipo de equipamento reduz consideravelmente o tempo de trabalho e a quantidade de pessoas para executá-lo.Nível à Laser LL100 Anvi

ANVI – Nivel a laser PSL

Executa Nível, prumo, alinhamentos e transferência de pontos.

O primeiro nível a laser no mundo a ser auto-nivelante e fornecer simultânea e instantaneamente marcações de nível e prumo.

Nivel a laser ANVI – Exclusivo distribuidor autorizado no Brasil.

  • Auto-nivelantes. Sem ajustes ou bolhas. À prova de erros.
  • Precisão garantida de menos de 1mm de erro a 20 metros.
  • Compactos e leves, fáceis de transportar.
  • Projetados por construtores para construtores.
  • Marcação instantânea do prumo de paredes e pilares.
  • Economizam horas de trabalho.
  • Duráveis. Construídos para resistir às duras condições de trabalho.
  • Três pontos de referência claramente visíveis.
  • Operação fácil, sem complicações. Um único botão (liga/desliga)

Trabalhos externos em pequenos locais

– Controle de altitude em bases e fundações em locais de curto alcance;
– Piscinas e fossas sépticas;
– Para fusos de fixação ou alinhamentos de rodapés;
– Formas de concretagem de pequenas fundações;
– Decks, lajes, calçadas, cercas

Perfeito para trabalhos internos

– Levantar tetos ou andares;
– Layout e particionamento, linhas para alinhas dry walls;
– Enquadramento de portas, janelas, corrimões e guardas;
– Prumo para paredes ou poço de elevador;
– Instalação de prateleiras, montagens de armários;
– Nível ou alinhamento de luminárias, dutos elétricos ou armários;
– Ajustes de prumos e fixadores.